FAIL (the browser should render some flash content, not this).
 
Variáveis do eAtlas
 
Anomalia de altura da superfície do mar
Anomalia de velocidade geostrófica
Altura da superfície do mar (calculada por superposição com dados climatológicos de altura dinâmica em relação à 500m e
1000m)
Velocidade geostrófica (ref. a 500m e 1000m);
 
Informações

 

Cliente: Petrobras /IEEPT/EEPTM /PIM e Petrobras/CENPES
 
Duração: 15 dias
 
Periodo: 01/03/2002-15/03/2002
 
Assunto: Altimetria Multi-Satélite, Atlas Eletrônico, Topex/Poseidon (TP), ERS-2,
Geosat Follow On (GFO), Correntes Geostróficas, Atlântico Tropical
 
Confecção de um Atlas Eletrônico da Circulação Oceânica do Atlântico Tropical/Subtropical obtida por Altimetria Multi-Satélite

O eAtlas foi desenvolvido pela VM Oceânica no ano de 2001 visando atender a uma demanda específica dos cientistas do CENPES. O eAtlas permitiu, pela primeira vez, a realização de estudos estatísticos do comportamento de correntes no Atlântico Tropical em geral, e na Bacia de Campos em particular, nas escalas de tempo de 30 dias a 5 anos.

O eAtlas foi construído com tecnologia Java, e consistia de dados em grade e imagens referentes a 4 variáveis (ver quadro ao lado) derivadas a partir de dados altimétricos e climatológicos. Estas variáveis foram calculadas em grades regulares, entre 70°W-15°E e 30°S-15°N, com resolução espacial de 0.25°. Esta base de dados cobre um período de 5 anos, que vai de 13 de maio de 1995 a 20 de novembro de 2000. O passo de tempo entre uma grade e outra é de 10 dias, fazendo o total de 205 grades para cada uma das variáveis. Para facilitar a visualização das feições de meso-escala, os dados foram sub-amostrados para a região da Bacia de Campos.

O eAtlas apresenta também a metodologia utilizada, os resultados de estudos de validação com dados medidos diretamente no mar, visualização e animação das imagens. A confecção do eAtlas foi também importante para o aperfeiçoamento de parâmetros de filtragem e esquemas de interpolação, pois permitiu testes de regressões entre os dados em grade com as séries temporais obtidas pelas bóias do Projeto PIRATA (correlações maior que 0.7).

 

 

 
 
Soluções Inovadoras em um Ambiente Caótico Home | Serviços & Produtos  | Soluções | Publicações | Equipe